"Este Espaço pode ser seu"

"Este Espaço pode ser seu"

Constantinos - Oficina de Artesanato

cpbombarral@gmail.com

 
 

2º Torneio João Duarte dos Santos
2011

 

Agradecimentos

Não podemos deixar de deixar aqui alguns agradecimentos, que são devidos, a saber:

  1. Ao Sr. João Santos, a verdadeira razão da nossa “reunião” anual!
  2. Ao Ricardo Pais e ao Paulo Constantino pelo trabalho incansável que tiveram quer na organização quer no site, trabalho esse que deverá ter começado em Agosto, …quase diário!
  3. Ao José Cavadas por todo o auxílio prestado desinteressadamente, como os amigos fazem!
  4. Ao amigo Amadeu Solha Santos, embora tenha estado invisível durante o 1º Torneio não deixou de ser importante na realização do mesmo, e agora no 2º foi novamente muito importante para o sucesso do torneio. Eternamente Gratos!
  5. Aos convidados que compareceram, sem excepção, esperamos que tenham gostado;
  6. Aos patrocinadores, sem eles não teria sido possível:
    Carros de Selecção; José Cavadas; João Santos; Ricardo Pais; Paulo Constantino; Rui Batalha; Ricardo Evangelista e André Pinto.
  7. A quem publicitou o nosso torneio, e lhe dedicou algum tempo, apesar de ser um torneio fechado (Casa do Xadrez; Xadrez64; Academia de Xadrez da Benedita; AX Leiria; Câmara Municipal do Bombarral, Blog do Alekhine)
  8. Ao Artur Bernardes, ao Guilherme Gaboleiro, ao Presidente do Município do Bombarral, ao Sr. José Bray, ao Sr. António Pinto, e ao excelente fotografo da Câmara Municipal o Sr. Paulo Coelho, por terem estado presentes.

Sabemos que a homenagem nunca estará á altura do homenageado, mas esforçamo-nos.
Até ao 3º Torneio João Duarte dos Santos …!  

 

Não podemos deixar de publicar o texto que se segue de autoria do Alberto Eggert, que nos faz ficarmos todos babados, são também estes pequenos momentos que nos dão a força necessária para continuarmos! O Bold e o sublinhado são nossos. Aproveitamos para agradecer a todos os que nos tem enviado emails sobre o nosso segundo torneio, eternamente gratos.

2º Torneio João Duarte dos Santos 2011 em:
http://ogatodoalekhine.blogspot.com/2011/12/n-um-portugal-em-crise-influenciado.html

Num Portugal “em crise”, influenciado pelos “grandes exemplos mundiais”, num Portugal onde a questão cultural, como pode certamente parecer à primeira e à segunda vista, cede perante as necessidades económicas e de foro mais, por assim dizer, “terrenal”, mesmo assim, ainda surgem e, não cabe dúvida nenhuma (!), não deixarão de surgir iniciativas dignas de serem imitadas por todos nós. Uma delas é o recentemente celebrado 2º Torneio João Duarte dos Santos, uma simpática prova de cariz descontraído e aparentemente amador, mas é só na aparência, pois segue com todo o rigor as normativas da FIDE. O que a FIDE não impõe é o carinho do convívio e a hospitalidade dos anfitriões!O Anfitrião, que neste feliz caso foi o próprio homenageado Sr. João Duarte dos Santos, um homem afável, de grande coração e humildade, fez com que todos nos sentíssemos como em casa, aliás, foi na sua própria casa que fez-se o Torneio! Quanto ao conteúdo meramente xadrezístico, fiquei agradavelmente surpreendido, pois desde o primeiro jogo senti que a malta local, muito apesar da sua amabilidade e bom trato pessoal, não está lá a brincar, e tenta de estar num nível que obriga à máxima concentração, pois o preço do erro lá pode rapidamente levar a um lógico “zero” em contra:). Pessoalmente fiz uma performance muito acorde com o esforço
que lhe aplico ao meu xadrez actual, pelo que deixo cá um precedente que o ranking ELO é um indicador que de maneira nenhuma predestina o resultado dum jogo concreto, pois o xadrez é um jogo objectivo e só ganha quem for o menos subjectivo possível (esta regra fica comprovada pelas tantas honradas excepções, diria Tal ou Bronstein:)). O resultado final foi, ao meu ver, muito justo e é para dar os parabéns ao rapaz Daniel Bray que demonstrou muita determinação e resistência, produtos de já visível experiência adquirida e que esperemos não fique por ai. Também é de salientar a actuação do Cavadas-filho, quem está a produzir partidas com cada vez maior qualidade, sem ter-lhe medo a ninguém, espero bem que continue a progredir e que o Cavadas-pai tenha a força suficiente de apoiar o rapazinho, quem tem ainda muito mais para dar! Desde esta margem do Tejo, pois quero agradecer pela calidez e a qualidade da gente do Bombarral e o fair play de todos os participantes!
E que continue para o ano próximo com convidados cada vez mais fortes para honrar e fomentar o esforço dos xadrezistas locais. A seguir publico o meu último jogo com  José Marques, um jogador que me pareceu muito pacífico na vida real, mas revelou uma excelente disposição para o ataque, que só não foi vitória para ele, por algumas
imprecisões que tranquilamente podem-se entender pela falta de prática mais assídua deste talentoso jogador.
Mais informações, com fotos e outros jogos interessantes, podem-se ver no site da Secção de Xadrez da Casa do Povo da Vila de Bombarral que brindou uma cobertura muito interessante e actualizada.

========================================================================

Caros Amigos

O grande espírito de amizade e fraternidade que se encontra no Torneio do Sr. Santos é digno de registo.
É sempre um prazer colaborar, jogar, neste torneio que pelo seu enquadramento consideramos o melhor torneio FIDE do distrito de Leiria e arredores :)
Vimos pois agradecer o convite e continuem com este espírito!

O Francisco e eu desejamos a todos um Bom Natal!

Abraço a todos
José e Francisco Cavadas

========================================================================

Caríssimos
 
Mais uma vez foi uma honra participar no vosso torneio de homenagem a João Santos, uma daquelas pessoas que temos gosto em encontrar.
 
O vosso empenho coletivo (o vosso "piano" parece ser carregado em comum por vários elementos) em tornar um torneio de xadrez também numa jornada de confraternização não tem palavras que devidamente o descrevam. Também assim, em refeições comuns entre partidas, se discute o xadrez e o que ele precisa.
 Quase que lamento o meu desempenho competitivamente mais meritório no segundo dia: converteram-se em partidas mais demoradas e em menos convívio convosco!
 
Forte abraço

Carlos Marques

========================================================================

Amigos da CPB, cá vos mando a minha pequena contribuição jornalística à vossa causa divulgadora do xadrez em Portugal mais periférico, embora agora nem o xadrez alfacinha pode-se orgulhar por grandes actividades (se não fosse pelo Solha e outra poucas excepções...)
Muito obrigado mais uma vez,
com as melhores saudações,

Alberto Eggert

========================================================================

Olá

Parabéns pelo mais um torneio perfeitíssimo!
Cá está em anexo a foto que fiz no telemóvel

Vadim

 

 

Visitas no Domingo

 

Presidente da Câmara Municipal do Bombarral José Manuel Vieira
Artur Bernardes, Jogador da Casa do Povo do Bombarral

 

José Bray, avô do Daniel e jogador do Sport Operário Marinhense
Guilherme Gaboleiro, Jogador da Casa do Povo do Bombarral

 

Classificação por Variação Elo

2º Torneio
João Duarte dos Santos - 2011

cpbombarral  simbolo
Nome: Ronda 1 Ronda 2 Ronda 3 Ronda 4 Ronda 5 Total + - K =
                 
Daniel Bray 3,78 1,36 0,22 10,62 9,82 25,80 15
Rui Batalha -6,09 7,69 Bye 7,63 14,78 24,01 25
Francisco Cavadas Bye -1,36 12,33 13,64 -1,36 23,25 15
Paulo Fanha 2,74 4,23 Bye -1,18 5,56 11,35 15
Rui Rogado -3,51 Bye -4,11 8,15 8,10 8,63 15
Carlos Marques -2,39 5,10 -10,59 8,02 5,55 5,69 15
Vitor Morais 3,65 4,24 -0,22 -5,32 1,36 3,65 15
Ricardo Pais -2,11 8,30 Bye -0,62 -5,56 0,01 15
José Cavadas -3,49 2,89 10,62 -4,58 -8,10 -2,66 15
10º Vadim Maslov 3,49 -8,30 9,72 1,18 -8,87 -2,78 15
11º Ricardo Evangelista 2,41 -2,64 0,92 5,38 -9,82 -3,75 15
12º António Severino -3,78 -2,89 4,11 0,62 -4,06 -6,00 15
13º Solha Santos -2,74 -4,61 8,25 -8,15 Bye -7,25 15
14º André Pinto 2,54 2,64 -9,72 -13,64 4,06 -14,12 15
15º Pedro Santos 3,51 -4,24 -12,33 -8,02 4,61 -16,47 15
16º Alberto Eggert 2,11 -4,23 -0,92 -10,62 -5,55 -19,21 15
17º Paulo Constantino -4,24 -8,44 -13,75 Bye -7,69 -34,12 25

 

Daniel Bray, Vitor Morais e Paulo Fanha Entram na história do Torneio!

cpbombarral  simbolo
Resultados da Sessão 4 Evangelista intromete-se na luta
 
Mesa Nome   Nome Comentário
1 Vitor Morais 0 x 1 Ricardo Evangelista Bispo e peão a mais contra cavalo
2 Alberto Eggert 0 x 1 Daniel Bray Pretas souberam resistir e esperar
3 Paulo Fanha 0.5 x 0.5 Vadim Maslov Bispos de cor contrária
4 André Pinto 0 x 1 Francisco Cavadas Bonito … a publicar!
5 Antonio Severino 0.5 x 0.5 Ricardo Pais Derby interno sem emoção
6 Rui Batalha 1 x 0 José Cavadas Qualidade e peão ao lance 31
7 Carlos Marques 1 x 0 Pedro Santos Jantar pronto e sai um final de R+C+B # R
8 Solha Santos 0 x 1 Rui Rogado peão passado "dá" peça ao lance 42
  Paulo Constantino 1     Bye  

 

Resultados da Sessão 5 Bray em 1º e Fanha em 3º, terminam invictos
 
Mesa Nome   Nome Comentário
1 Daniel Bray 1 x 0 Ricardo Evangelista Dominador!
2 Francisco Cavadas 0 x 1 Vitor Morais Os Mestres veem-se nos pormenores
3 Vadim Maslov 0 x 1 Rui Batalha Começou cedo o desenho da vitória
4 Ricardo Pais 0 x 1 Paulo Fanha Demasiado fácil!
5 Carlos Marques 0.5 x 0.5 Alberto Eggert Brancas perto da vitória
6 André Pinto 1 x 0 Antonio Severino Dificilimo, até que surge o erro fatal
7 Rui Rogado 1 x 0 José Cavadas Tudo ia bem até que a Dama foi "caçada"
8 Pedro Santos 1 x 0 Paulo Constantino … tic tac acabou o tempo
  Solha Santos 0.5     Bye  

As análises não são feitas por nenhum especialista, revelam apenas um pouco do "espirito" da partida

 

  

   

  

  

   

  

 

Mais fotos em: https://picasaweb.google.com/josecavadas/2_Torneio_JosoSantos_2011#

  

 

 

    

1º Daniel Bray (Sport Operário Marinhense)

Vitória Incontestável!

1ª Sessão – Bateu bem António Severino, com bonito duplo.
2ª Sessão – Bateu Francisco Cavadas com uma combinação num final com novo duplo
3ª Sessão – Empatou face a Vítor Mestre cedendo o único meio ponto na prova, numa partida onde a derrota pareceu estar sempre longe!
4ª Sessão – Venceu Alberto Eggert o jogador mais cotado em prova, numa partida em que primeiro soube sofrer para depois aproveitar as imprecisões adversárias e vencer sem contestação.
5ª Sessão – Bateu Ricardo Evangelista numa partida onde o empate chegava, tornando-se num incontestável vencedor.

2º Vítor Morais (Clube E.D.P.)

Classificação Justa!

1ª Sessão – Venceu Rui Batalha com relativo á vontade.
2ª Sessão – Bateu bem Pedro Santos passando a ser um dos líderes da prova com 2 em 2.
3ª Sessão – Empatou bem face a Daniel Bray, mantendo a liderança bipartida.
4ª Sessão – Perdeu face a Ricardo Evangelista, saindo assim da luta pelo titulo.
5ª Sessão – Bateu Francisco Cavadas demonstrando excelente teoria de finais.

3º Paulo Fanha (Clube E.D.P. = Novo clube)

Invencibilidade, merecedora da sorte final!

1ª Sessão – Bateu facilmente Solha Santos
2ª Sessão – Empatou face a Alberto Eggert num jogo que não saiu da abertura.
3ª Sessão – Meteu um Bye
4ª Sessão – Não foi alem do empate face a Maslov, necessitando agora de sorte para alcançar o pódio.
5ª Sessão – Venceu de forma muito tranquila Ricardo Pais, e beneficiou de resultados obtidos noutros tabuleiros para alcançar o pódio … apesar de se ter “furtado” ao emparceiramento face aos seus colegas de pódio, este foi justo e meritório, pela sua invencibilidade na prova!

Destaque ainda para as prestações de Francisco Cavadas e de Rui Batalha que aspiraram ao pódio até á última sessão, e ainda uma palavra para Ricardo Evangelista que conseguiu impor-se face a Vítor Morais para chegar á última sessão a depender apenas de si próprio para a vitória no torneio.

 

Classificação final

2º Torneio
João Duarte dos Santos - 2011

cpbombarral  simbolo
Nome: Ronda 1 Ronda 2 Ronda 3 Ronda 4 Ronda 5 Pontos
Daniel Bray 1 1 0,5 1 1 4,50
Vitor Morais 1 1 0,5 0 1 3,50
Paulo Fanha 1 0,5 0,5 0,5 1 3,50
Rui Batalha 0 1 0,5 1 1 3,50
Ricardo Evangelista 1 0,5 0,5 1 0 3,00
Francisco Cavadas 1 0 1 1 0 3,00
Alberto Eggert 1 0,5 0,5 0 0,5 2,50
Vadim Maslov 1 0 1 0,5 0 2,50
André Pinto 1 0,5 0 0 1 2,50
10º Carlos Marques 0 1 0 1 0,5 2,50
11º Rui Rogado 0 0,5 0 1 1 2,50
12º Ricardo Pais 0 1 0,5 0,5 0 2,00
13º António Severino 0 0,5 1 0,5 0 2,00
14º Pedro Santos 1 0 0 0 1 2,00
15º Solha Santos 0 0 1 0 1 2,00
16º José Cavadas 0 0,5 1 0 0 1,50
17º Paulo Constantino 0 0 0 1 0 1,00
0,5 = Bye
1 = Isento
0 = Não Emparceirado
1/0 = Falta Comparencia

 

Boa Sorte para todos nestas últimas rondas

Até breve, foi um prazer tê-los connosco

 

Previsões para a Sessão 4

Mesa Nome 1 0,5 0 Nome
1 Vítor Morais 20 50 30 Ricardo Evangelista
2 Alberto Eggert 30 50 20 Daniel Bray
3 Paulo Fanha 30 50 20 Vadim Maslov
4 André Pinto 60 30 10 Francisco Cavadas
5 António Severino 30 40 30 Ricardo Pais
 6 Rui Batalha 30 40 30 José Cavadas
7 Carlos Marques 30 40 30 Pedro Santos
8 Solha Santos 30 40 30 Rui Rogado


Mesa 1
Grande jogo na mesa 1, deverá ser equilibradíssimo. Em caso de vitória o Mestre poderá isolar-se no comando, o empate poderá também servir.
Para Ricardo Evangelista apenas a vitória lhe interessará caso deseje vencer a prova. Promete!!!

Mesa 2
Prova de fogo para o líder do torneio, o jovem Bray não poderá perder para se manter na corrida pelo 1º lugar.
Para Eggert, o nº1 do Torneio, apenas a vitória interessa para tentar a vitória na prova.
Outro grande jogo em perspectiva.

Mesa 3
Aqui está um jogo em que o empate poderá afastar ambos do pódio, … é jogar para ganhar!

Mesa 4
Para ambos, apenas a vitória permite ainda sonhar com o pódio, terão de fazer 2 em 2 e esperar que o desempate lhes sorria.
O “Cavadinhas” tem demonstrado a sua subida de nível, e André Pinto parecia bem encaminhado até que Maslov (de novo!) se encarregou de lhe estragar a festa rumo ao pódio e aos 2000.

Mesa 5
Aqui está mais um derby interno que se prevê equilibrado, entre dois jogadores que costumam fazer 50% … longe da luta pelo pódio.

Mesa 6
Apesar da considerável distância em termos de cotação elo, estamos em querer que se assistirá a um duelo equilibrado e de imprevisível desfecho, quem vencer cumpre desde já a meta dos 50%.

Mesa 7
Jogo equilibrado e interessante, ambos estão a realizar um torneio bastante modesto, e tem agora excelente oportunidade de inverterem o rumo … apenas para o vencedor!

Mesa 8
Derby entre “veteranos”, Rui Rogado terá uma excelente oportunidade de se estrear a pontuar no tabuleiro, e Solha Santos de rumar aos 50%, mais um duelo com interesse redobrado!

 

Foi este o “Clima” reinante no primeiro dia do Torneio

 

“Cavadinhas” vence o duelo á mesa pelo segundo ano consecutivo!

 

Neste 1º Dia, tivemos como visitantes: José Bray (Avô do Daniel) e António Pinto (Pai do André)
Para Domingo teremos mais …

 

O Vídeo … tentaremos fazer melhor na próxima sessão:

 

Classificação

imagesCA7LFP3B

Eggert, Evangelista e Fanha tambem invictos!

cpbombarral  simbolo
Resultados da Sessão 1 Sem Surpresas
 
Mesa Nome   Nome Comentário
1 Ricardo Pais 0 x 1 Alberto Eggert Oportunidade perdida na abertura
2 Ricardo Evangelista 1 x 0 Carlos Marques Boa "condução" para final ganho
3 Rui Batalha 0 x 1 Vitor Morais Brancas passivas, sem planos
4 Daniel Bray 1 x 0 Antonio Severino Duplo resolve!
5 Paulo Constantino 0 x 1 André Pinto Surpresa esteve á vista!
6 Paulo Fanha 1 x 0 Solha Santos Torres ativas x passivas
7 José Cavadas 0 x 1 Vadim Maslov Brancas surpreendidas com abertura
8 Pedro Santos 1 x 0 Rui Rogado Dominador do inicio ao fim
  Francisco Cavadas 1     Bye  

 

Resultados da Sessão 2 Vitor Morais e Daniel Bray isolam-se!
 
Mesa Nome   Nome Comentário
1 Alberto Eggert 0.5 x 0.5 Paulo Fanha Cortesia das brancas
2 André Pinto 0.5 x 0.5 Ricardo Evangelista Nova "luta" entre ambos, novo empate
3 Vitor Morais 1 x 0 Pedro Santos Mestre ganha qualidade ao lance 15
4 Francisco Cavadas 0 x 1 Daniel Bray Combinação ganha peça no final com duplo
5 Vadim Maslov 0 x 1 Ricardo Pais Brancas forçam posição e perdem
6 Carlos Marques 1 x 0 Paulo Constantino Final com 2 peões a mais
7 Solha Santos 0 x 1 Rui Batalha Empatadissimo! … Mas brancas não viram
8 Antonio Severino 0.5 x 0.5 José Cavadas Brancas contentam-se com pouco (?!)
  Rui Rogado 0.5     Bye Solicitado  

 

Resultados da Sessão 3 Maslov, familia Cavadas, e Solha Santos Brilham!
 
Mesa Nome   Nome Comentário
1 Daniel Bray 0.5 x 0.5 Vitor Morais Luta de Líderes com igualdade
2 Ricardo Evangelista 0.5 x 0.5 Alberto Eggert Nº1 e 2 do Torneio não se destacam
3 Vadim Maslov 1 x 0 André Pinto Brancas atacam cedo e colhem frutos
4 Pedro Santos 0 x 1 Francisco Cavadas Ao 22º lance ganhou peça
5 José Cavadas 1 x 0 Carlos Marques Dominio a toda a largura do tabuleiro
6 Rui Rogado 0 x 1 Antonio Severino Severino em forma, foi dominador!
7 Paulo Constantino 0 x 1 Solha Santos Vitória fácil transformada em derrota
  Paulo Fanha 0.5     Bye Solicitado  
  Ricardo Pais 0.5     Bye Solicitado  
  Rui Batalha 0.5     Bye Solicitado  

As análises não são feitas por nenhum especialista, revelam apenas um pouco do "espirito" da partida

 

 

Bem Vindos ao 2º Torneio João Duarte dos Santos

  

Tudo Ok, já estamos á vossa espera!

  

Bem Vindos!

O 2º Torneio João Duarte dos Santos assume para todos nós um especial significado. Especial porque se foi difícil organizar o primeiro, realizar o segundo significa que não foi apenas um torneio esporádico, significa que se pretende que tenha uma continuação. Este tipo de torneio sai muito caro para um clube de modestos recursos como o nosso, mas é também por isso motivo de enorme orgulho. Fazemos votos de que decorra com a qualidade do anterior, a que todos aqueles que se manifestaram publicamente reconheceram. Não a qualidade das instalações, não a dos prémios, não a da organização, não a dos troféus, não a das estrelas, não a do sucesso individual, mas sim com a qualidade humana de todos os que se vão sentar á mesa para conviver, brincar, mexer umas peças, e homenagear um homem cujo coração de Pai para com os seus “meninos” não tem limites.
Bom Torneio a todos, … venham agasalhados que está frio!

A título de curiosidade, aqui ficam os critérios para a Selecção de Jogadores

1º Convite a todos os jogadores federados pela Casa do Povo do Bombarral
2º Convite Directo a José Cavadas (dispensa explicações)
3º Convite a todos os jogadores do Pódio do 1º Torneio
4º Convites a jogadores selecionados que não estiveram presentes no 1º Torneio
5º Convites a quem solicitou a sua participação

 

Apresentação dos Jogadores - 2º Torneio João Duarte dos Santos

Rui Batalha
(1827 – Casa do Povo do Bombarral)

(Máximo = 1827, Mínimo = 1805, Jogos = 23)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 2-1-2 (-21)

“El Capitan” é um dos grandes responsáveis pelo bom ambiente vivido no seio da equipa Bombarralense. Não prima o seu jogo pela consistência, o que o torna imprevisível, a garra e a vontadede vencer são os seus maiores atributos dentro das 64 casas.
Ainda a desfrutar do seu K=25 vai tentar novo máximo!

Vítor Morais
(2024 – Clube E. D. P.)

(Máximo = 2177, Mínimo = 1988, Jogos = 887)

1º Torneio João Duarte dos Santos: Não Participou

O Mestre Nacional não pára durante todo o ano, torneio atrás de torneio está a recuperar a sua anterior forma. Conta com um impressionante número de jogos para rating Internacional, o que o torna de longe no mais experiente jogador em prova. É um forte candidato ao pódio e ao título.
É um enorme prestígio ter-te no nosso Torneio, Bem-vindo!

Ricardo Evangelista
(2125 – Casa do Povo do Bombarral)

(Máximo = 2142, Mínimo = 1910, Jogos = 97)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 4-1-0 (+12)

O jogador Bombarralense venceu a primeira edição da prova, de onde foi o único a sair invicto, vai tentar reeditar a proeza, o que não se adivinha nada fácil. O primeiro tabuleiro da equipa Bombarralense, é também o jogador mais cotado do distrito e encontra-se bastante motivado pelos progressos do seu clube.

José Cavadas
(1684 – Academia de Xadrez da Benedita)

(Máximo = 1847, Mínimo = 1683, Jogos = 103)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 0-2-3 (-21)

Uma repetição de participação, num torneio que ajudou a nascer. No ano transacto não lhe correu de feição, mas como o próprio reconheceu, o torneio vale pelo convívio! A sua presença é sinónimo de prestígio para a prova. Dirigente, jogador, formador, e árbitro, é o grande dinamizador do xadrez na Benedita e no distrito leiriense. Sempre Bem-vindo!

Paulo Constantino
(1721 – Casa do Povo do Bombarral)

(Máximo = 1724, Mínimo = 1699, Jogos = 17)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 2-1-2 (+25)

Ainda a beneficiar do seu K=25, vai tentar aproveitar para bater novos máximos, e aproximar-se das cotações dos seus colegas de equipa, … há que aproveitar agora! É um dos grandes dinamizadores da equipa local, peça chave na estrutura do clube, e um dos habituais titulares em sistema de rotação.

Daniel Bray
(2014 – Sport Operário Marinhense)

 (Máximo = 2015, Mínimo = 1820, Jogos = 126)

1º Torneio João Duarte dos Santos: Não Participou

O Campeão Distrital em título encontra-se em plena fase ascensional na sua carreira xadrezista, lista após lista. Aos quinze anos já tinha conquistado este mesmo título, e hoje com 17 será um dos mais novos participantes em prova. É um forte candidato ao pódio, e como tal, … a vencer a prova. Bem-vindo!

Amadeu Solha Santos
(1686 – Grupo de Xadrez Alekhine)

(Máximo = 1888, Mínimo = 1655, Jogos = 240)

1º Torneio João Duarte dos Santos: Não Participou

A “Alma” do Grupo de Xadrez Alekhine, jogador, árbitro e organizador de Torneios (de momento apenas jogador), honra-nos com a sua presença num torneio onde esperamos que se divirta, virá certamente com os objectivos de conhecer o clube, a rapaziada presente, e para ganhar uns pontos para a sua cotação. Será dos mais experientes em prova. Bem-vindo!

António Severino
(1825 – Casa do Povo do Bombarral)

(Máximo = 1901, Mínimo = 1825, Jogos = 45)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 2-1-2 (-13)

Severino é atualmente o jogador mais antigo no clube, acarinhado por todos, na última época não chegou a disputar qualquer partida em clássicas coletivamente. O seu momento de forma será uma das curiosidades da prova...Qual dos “Mestres” estará presente, o do 1º dia que ofereceu tudo a todos, ou o do 2º dia do Torneio que dizimou quem lhe apareceu pela frente?

Paulo Fanha
(1946 – Núcleo de Xadrez de Sintra)

(Máximo = 2057, Mínimo = 1943, Jogos = 411)

1º Torneio João Duarte dos Santos: Não Participou

Acabou de vencer o Torneio comemorativo do 88º Aniversário do Grupo Dramático Ramiro José, o que demonstra a sua qualidade e potencialidade para lutar por um dos lugares do pódio. O numero de jogos já disputados e a participação da sua equipa na 2ª Divisão (4ª na Série C) são indicativos da sua experiencia. Bem Vindo!

André Pinto
(1997 – Casa do Povo do Bombarral)

(Máximo = 1997, Mínimo = 1911, Jogos = 76)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 3-1-1 (+6)

É o novo reforço da equipa Bombarralense para a corrente época, vai fazer a estreia em clássicas com as cores Bombarralenses, apesar do cariz individual da prova. É um dos “2000” que são candidatos ao pódio e á vitória. Quererá atingir os 2000 pontos de cotação e bater o seu recorde pessoal. O ano passado conseguiu um brilhante 3º lugar e esteve muito perto de fazer melhor.

Rui Rogado
(1656 – Academia de Xadrez do Bombarral)

(Máximo = 1726, Mínimo = 1656, Jogos = 34)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 0-2-3 (-33)

É a sua segunda participação no torneio, motivada pelas boas relações que mantém com os elementos da equipa da casa. A sua boa disposição e cordialidade sempre que as equipas do Bombarral se defrontam demonstram um carácter acima da média, pelo que a sua presença será sempre bem vinda!

Ricardo Pais
(1854 – Casa do Povo do Bombarral)

(Máximo = 1888, Mínimo = 1796, Jogos = 55)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 2-1-2 (-2)

Mais um dos habituais titulares da equipa da casa, em sistema de rotação. Tem como objectivos para este segundo torneio, ganhar “forma” para o campeonato da terceira divisão que se avizinha, e ajudar o clube a proporcionar aos convidados um torneio diferente daqueles a que estão habituados.

Vadim Maslov
(1891 –Sporting Clube de Portugal)

(Máximo = 1954, Mínimo = 1835, Jogos = 244)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 4-0-1 (+17)

Apesar de ter baixado da fasquia dos 1900 pontos de cotação, o segundo lugar obtido o ano passado e a qualidade demonstrada, coloca-o entre os candidatos ao pódio e á vitória no torneio.
Ao fim da 4ª sessão liderava o Torneio do GX Alekhine (+12). Chegou a estar indisponível, mas manifestou posteriormente interesse em participar, o que nos honra muito. Bem-vindo!

Francisco Cavadas
(1596 – Academia de Xadrez da Benedita)

(Máximo = 1596, Mínimo = 1555, Jogos = 33)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 1-1-3 (-14)

Segunda participação no Torneio, o sub 14 “cavadinhas” será o mais novo jogador em prova, e cabe-lhe este ano a tarefa de ser o “caçador” de pontos do torneio. Irá também defender o título de “Rei dos Comilões” conquistado o ano passado. Está neste momento em máximos históricos, revelador da sua ascensão. Bem-vindo!

Alberto Eggert
(2168 – Grupo de Xadrez Alekhine)

(Máximo = 2207, Mínimo = 2053, Jogos = 161)

1º Torneio João Duarte dos Santos: Não Participou

Jogador de naturalidade Russa, jogou este ano a primeira divisão nacional por equipas pela equipa do GX Alekhine, onde obteve um empate face ao consagrado MI Rui Dâmaso, bem demonstrativo da sua experiencia e qualidade. Irá ser o jogador com maior rating de sempre a frequentar o nosso torneio. Bem Vindo!

Pedro Santos
(1862 – Sporting Clube de Abrantes)

(Máximo = 1898, Mínimo = 1857, Jogos = 41)

1º Torneio João Duarte dos Santos: Não Participou

Campeão Distrital Absoluto de Santarém em 2010, é actualmente o jogador com maior cotação no seu clube. Está motivado e quer ganhar forma rapidamente para ultrapassar a barreira dos 1900 pontos, o que seria novo recorde pessoal. A sua presença é motivo de orgulho para nós, Bem-vindo!

Carlos Marques
(1838 – Académico de Torres Vedras)

(Máximo = 1915, Mínimo = 1816, Jogos = 51)

1º Torneio João Duarte dos Santos: 2-0-3 (-16)

Uma repetição que nos orgulha de sobremaneira, a sua boa disposição e simpatia no primeiro Torneio ficou na nossa memória, também sentimos que saiu satisfeito com o ambiente vivido.
O seccionista da equipa torriense está no lote dos “1800” que poderão causar estragos aos favoritos ao pódio. Bem-vindo!

 

Dia 26 de Novembro ás 10.00 - 15.00 - 20.00
Dia 04 de Dezembro ás 10.00 - 15.00 horas

Rua D. Afonso Henriques nº 2 (Junto ao Largo dos Aviadores)

Espectadores: Aberto e gratuito ao Publico em Geral
Jogadores: Torneio Fechado a Convidados

Durante 25 dias, e salvo motivos de força maior, todos os dias divulgaremos no nosso site todos os pormenores sobre o 2º Torneio João Duarte dos Santos. Aqui fica o Calendário do site: Regulamento do torneio Folha de jogo do torneio

 



Home page
 | Calendário de Provas | Organismos e Informativos | Associações e Clubes de Xadrez | Galeria de fotografias | Jogadores | Jogar online |
Ver partidas |

 

000webhost logo